Pode Ler – Livro: Nosso Lar #19

Pode Ler – Livro: Nosso Lar #19

Olá, jovem leitor espírita!!! Como você está? Espero que esteja aproveitando bastante essa obra maravilhosa. 😊.

Hoje tem capítulo novo – Capítulo 19 – A jovem desencarnada.

Interessante este título…a jovem desencarnada. Ora, se todos os que moram na Colônia Nosso Lar estão desencarnados, então, qual o motivo desse título?!?!? 🤔 Vamos descobrir agora mesmo!

Ah, a neta da D. Laura, Eloísa, havia desencarnado há pouco tempo, em decorrência de tuberculose, e estava se convalescendo na casa da avó.

Eloísa permaneceu somente quinze dias no Umbral e a continuação de seu tratamento seria em qualquer hospital de Nosso Lar. No entanto, entenderam que o carinho da avó seria muito bom para a moça, mesmo porque a própria mãe estaria a chegar (traduzindo: a mãe estava em vias de desencarnar).

André Luiz foi conhecê-la. Quem sabe teria notícias recentes da Terra, pensou. Acompanhado de D. Laura, encontrou Eloísa sentada numa poltrona, triste, pálida, mal continha o choro.

A moça sentia-se magoada consigo mesma por haver transmitido tuberculose à própria mãe; doía-lhe as saudades do noivo, que havia ficado na Terra. Imaginava-o muito triste. Ela estava preocupada, pois ele estava sozinho, não tinha mais o carinho dela. Via-se como a mais sofredora das criaturas.

D. Laura a aconselhava, fazia-a refletir a respeito da própria saúde, do equilíbrio, da nova situação do noivo, que ainda estava encarnado.

Quais conselhos seriam esses que a mãe de Lísias deu a Eloísa, jovem leitor? Qual a causa maior do sofrimento de Eloísa? Você concorda com as ponderações de D. Laura? Qual seu entendimento?

Em determinado momento, D. Laura disse à moça inconsolável que “Não se pode prescindir, a tempo algum, do otimismo e da coragem”. Jovem leitor, o que ela quis dizer com isso? D. Laura se referia a quê?

Ocorreu, também, uma situação muito interessante, a qual estou a pensar até agora. Quer saber o que foi? Vou contar. André Luiz notou que a jovem Eloísa não fez as refeições junto com as demais pessoas da família. André estranhou e perguntou à D. Laura, prontamente lhe respondeu: sua neta não podia sentar-se à mesa na hora das refeições. Jovem leitor, recomendo-lhe ir diretamente na obra para saber as explicações da mãe de Lísias. Confesso que me impactou bastante. 😃

A respeito do título deste capítulo – A jovem desencarnada – você já tem alguma opinião?

Vá lá na própria obra, acesse o capítulo, reflita, registre suas impressões (suas dúvidas, também), tire suas conclusões. Quais são os seus aprendizados desta semana? 😃

Comente aí para nós!

Até a próxima semana!

Fontes
Nosso Lar – André Luiz (espírito), Francisco Cândido Xavier (psicografia)
Imagens – www.pixabay.com.br
Imagens – https://www.pexels.com

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.