Depressão – lidando com essa aflição

Depressão – lidando com essa aflição

Oi jovem espírita! Como você está? Quando falamos em depressão a primeira coisa que pensamos é nas pessoas que conhecemos que estão passando por esse transtorno, mas é importante pensar também se estamos passando por essa aflição. Ser espírita, praticar o espiritismo, não impede que passemos por aflições, mas temos acesso a ferramentas importantes para conseguir enfrenta-la.

Como se já não bastasse as vivências da juventude que podem mexer com nossas emoções (como a pressão por resultados na escola e nos vestibulares, a busca por entender quem somos e afirmar nossa identidade, as mudanças no corpo, aprender a interagir nos diversos círculos sociais que participamos), estamos passando por um momento histórico complicado. A pandemia de coronavírus mexeu com as emoções de todos nós, isso é fato!

Com isso, aflorou nos corações de diversas pessoas sentimentos que talvez não tinham ou não percebiam antes. E você tem pensado como andam os seus sentimentos? Identificar o que sentimos pode ajudar a entender um pouco se fazemos ou não parte dessa estatística assustadora da explosão de depressão que já vem acontecendo nas últimas décadas e se intensificou ainda mais agora. Sentir tristeza diante das situações da vida é normal, mas você sabe quando é depressão?

Segundo a CID 10, a depressão é um transtorno caracterizado por uma tristeza constante e/ou perda de prazer nas atividades diárias. Para se caracterizar o transtorno é necessário que esses sintomas sejam persistentes, durante pelo menos duas semanas, estando presente na maioria dos dias. Junto com eles, outros sintomas podem existir, como alterações no sono e na concentração, fadiga, baixa autoestima, insegurança e culpabilidade, entre outros.

No livro Vitória Sobre a Depressão, Joanna de Ângelis comenta que os índices de depressão atuais caracterizam uma pandemia desse transtorno. Por conta de ser um transtorno que tem constante retorno dos sintomas, é de difícil extinção, voltando em momento que a harmonia e a saúde parece plenas no ser encarnado.

Joanna nos conta que pela visão da ciência, já são identificadas algumas causas dessa aflição: por problemas fisiológicos, como “hereditariedade, enfermidades infectocontagiosas e suas sequelas, golpes que produzem lesões cerebrais”, e por problemas de natureza psicológica, como “ansiedade, medo, solidão, angústias por perdas de diversas expressões”.  Assim, a doutrina espírita completa trazendo o entendimento das possíveis causas espirituais que fazem parte dessa doença da alma: a luta do espírito em se melhorar e se reequilibrar em razão das falhas do passado.

Tanto a depressão quanto outras aflições que passamos durante a vida tem uma finalidade. Na questão 132 de O Livro dos Espíritos, somos informados que a finalidade de estarmos encarnados é para trabalhar nosso espírito para chegar a perfeição. Assim, passamos durante nossas encarnações por provas e expiações.

Indo em O Evangelho Segundo o Espiritismo, encontramos dois pontos importantes que Cristo nos deixou: bem-aventurados os aflitos, pois serão consolados e que este consolo é encontrado na lei de amor, trazida por Jesus. É no Evangelho do Cristo que temos oportunidade de renovar nossas esperanças em um futuro melhor e entender como passar pelas aflições de forma resignada.

Já na questão 919 de O Livro dos Espíritos, temos a oportunidade de entender o papel do autoconhecimento para enfrentarmos as dificuldades. É através dele que podemos verificar os pontos que temos a melhorar e o que talvez esteja contribuindo para as nossas aflições atuais.

Allan Kardec fala, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, que passamos por dois tipos de aflições: as atuais e as de causas passadas. As atuais podemos identificar analisando quais momentos na nossa vida não conseguimos agir conforme as virtudes. Já as de causas passadas são débitos que contraímos de outras vidas, mas que o véu do esquecimento não nos permite lembrar. Independentemente de quando foi contraída a dívida, as recomendações para pagá-las são as mesmas. Você sabe quais são?

Joanna de Ângelis, ainda no livro Vitória Sobre a Depressão, nos traz os medicamentos espirituais para a depressão: autoconhecimento e reforma moral. É através do empenho em fazermos nossa transformação moral que iremos combater o ódio e o ressentimento que está no nosso coração e no coração dos espíritos que nos acompanham que de alguma forma possamos ter feito algo contra eles.

E não para por aí! Joanna também recomenda pequenas ações que fazem toda a diferença: oração, meditação, melhorar os pensamentos e a sintonia através de leituras edificantes, buscar conversas que enriqueçam nosso interior e os recursos de fluidoterapia que temos disponíveis nos centros espíritas (passe, água fluidificada, desobsessão).

Como a depressão é um transtorno multicausal, tendo vários fatores envolvidos, se você está passando por ela, busque ajuda profissional, de psiquiatra e/ou de psicólogo. Se estiver com pensamentos de vontade de deixar de viver, procure conversar com alguém. Se não souber com quem, ligue para o CVV no 188. Acesse nosso post sobre suicídio clicando aqui.

Se você conhece alguém que esteja passando pela depressão, compartilhe essa postagem! Caso queira fazer algo para ajudar, escute sem julgar! Mostre para essa pessoa o quanto ela é importante na sua vida e pergunte no que pode auxiliar! As vezes estar presente, ter companhia ou ter um ponto de apoio já faz toda a diferença.

Quer respirar um pouco de esperança? Ouça o poema “Cantiga de Esperança”, ditado pelo espírito Maria Dolores:

Vamos conversar mais sobre esse tema na nossa próxima live de sábado às 18h no YouTube com nosso podcast! A live será no canal do Cefak no YouTube! Aguardamos você no Podlá!

O que achou do conteúdo? Gostaria de fazer algum comentário sobre o tema? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Referências
CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde) – Organização Mundial de Saúde
Vitória Sobre a Depressão – Psicografado por Divaldo Franco, ditado por Joanna de Ângelis
O Livro dos Espíritos – Allan Kardec
O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *